Carta 11. Sobre o rubor da modéstia

A 11ª carta a Lucílio trata de dois princípios estoicos cruciais.

Sêneca começa com o tópico improvável de corar, algo que simplesmente não podemos evitar, não importa o quão bravamente tentamos. Ele diz a seu amigo que “nenhuma sabedoria consegue remover as fragilidades naturais do corpo. O que é intrínseco e inato pode ser atenuado pelo treinamento, mas não totalmente superado”. (XI.1)

Esta é uma visão notável e um reconhecimento imediato dos limites da filosofia: a própria sabedoria, o principal bem de acordo com os estoicos, não pode superar nossas predisposições naturais e reações inatas. Se experimentarmos um constrangimento, coramos, se sentirmos medo ou raiva, não podemos evitar a precipitação da adrenalina. Tudo isso está fora do nosso controle e, portanto, Epiteto mais tarde diria, “não nos preocupa“.

Isso estabelecido, Sêneca continua com o que ele pensa ser bom conselho:  cultivar a sabedoria apesar das suas limitações. Mas, como cultivamos sabedoria exatamente? Pode ser ensinada?  A resposta de Seneca é o estoicismo por excelência:

“Estime um homem de grande caráter, e mantenha-o sempre diante de seus olhos, vivendo como se ele estivesse observando você, e arranjando todas as suas ações como se ele as tivesse visto” (XI.8)… “Escolha, portanto, um Catão; ou, se Catão lhe parece um modelo muito severo, escolha um Lélio, um espírito mais suave… Pois precisamos ter alguém segundo o qual podemos ajustar nossas características; você nunca pode endireitar o que é torto a menos que você use uma régua.” (XI.10)

A escolha do seu exemplo pessoal depende de você, mas escolha bem, continue praticando ao imaginar que ele ou ela sempre olha sobre seus ombros, e seu bastão torto será gradualmente endireitado com a ajuda da régua reta.

(SênecaCarta 11. Sobre o rubor da modéstia  – imagem: Morte de Catão por Pierre Bouillon ).

Saudações de Sêneca a Lucílio.

  1. Seu amigo e eu tivemos uma conversa. Ele é um homem de habilidade; suas primeiras palavras mostraram que espírito e compreensão possui, e o progresso que já fez. Ele me deu uma amostra, e ele não deixará de corresponder. Pois ele não falou de forma ensaiada, mas subitamente pego da surpresa. Quando tentava se recompor, mal podia banir aquele nuance de modéstia, que é um bom sinal em um jovem; o rubor que se espalhava pelo seu rosto parecia erguer-se das profundezas. E tenho certeza de que seu hábito de corar ficará com ele depois que tiver fortalecido seu caráter, retirado todos seus defeitos e se tornado sábio. Pois nenhuma sabedoria consegue remover as fraquezas naturais do corpo. O que é intrínseco e inato pode ser atenuado pelo treinamento, mas não totalmente superado.
  2. O orador mais firme, quando diante do público, muitas vezes mostra-se em transpiração, como se estivesse esgotado ou exausto; alguns tremem nos joelhos quando se levantam para falar; conheço alguns cujos dentes rangem, cujas línguas vacilam, cujos lábios tremem. Treinamento e experiência nunca podem livrar essas características; A natureza exerce seu próprio poder e através de tal fraqueza faz sua presença conhecida até mesmo para o mais forte.
  3. Sei que o rubor também é uma característica desse tipo, espalhando-se repentinamente sobre os rostos dos homens mais dignos. É, de fato, mais prevalente na juventude, por causa do sangue mais quente e do rosto sensível; no entanto, ambos homens experientes e homens idosos são afetados por ele. Alguns são mais perigosos quando se enrubescem, como se estivessem deixando escapar todo seu senso de vergonha.
  4. Sula[1], quando o sangue cobria suas bochechas, estava em seu humor mais feroz. Pompeu possuía o matiz mais sensível; ele sempre corava na presença de uma aglomeração, e especialmente em uma assembleia pública. Fabiano também, lembro-me, ficava avermelhado quando aparecia como testemunha perante o Senado; e seu embaraço tornou-se notável.
  5. Tal hábito não é devido à fraqueza mental, mas à novidade de uma situação; uma pessoa inexperiente não é necessariamente confusa, mas é geralmente afetada, porque ela se desliza para este hábito por tendência natural do corpo. Assim como certos homens são cheios de sangue, outros são de um sangue rápido e móvel, que corre para o rosto de uma vez.
  6. Como eu disse, a sabedoria nunca pode remover esta característica; pois se ela pudesse eliminar todas as nossas falhas, ela seria a dona do universo. Tudo o que nos é atribuído pelas cláusulas de nosso nascimento e a mistura em nossa constituição, ficará conosco, não importa quão arduamente ou quanto tempo a alma pode ter tentado dominar a si mesma. E não podemos impedir esses sentimentos mais do que podemos invoca-los.
  7. Atores no teatro, que imitam as emoções, que retratam o medo e o nervosismo, que retratam a tristeza, imitam a timidez, pendurando a cabeça, abaixando as vozes e mantendo os olhos fixos e enraizados no chão. Eles não podem, no entanto, invocar um rubor; pois o rubor não pode ser prevenido ou convocado. A sabedoria não nos assegurará um remédio, nem nos dará ajuda; o rubor vem ou vai espontaneamente, e é uma lei em si mesmo.
  8. Mas a minha carta pede a sua frase de encerramento. Ouça e atente para este lema útil e saudável: “Estime um homem de grande caráter, e mantenha-o sempre diante de seus olhos, vivendo como se ele estivesse observando você, e arranjando todas as suas ações como se ele as tivesse visto“.
  9. Tal, meu caro Lucílio, é o conselho de Epicuro; ele nos deu um guardião e um criado. Podemos nos livrar da maioria dos pecados, se tivermos uma testemunha que esteja perto de nós quando estivermos propensos a fazer algo errado. A alma deve ter alguém a quem possa respeitar, alguém por cuja autoridade pode tornar ainda mais sagrado o seu santuário interior. Feliz é o homem que pode fazer os outros melhores, não apenas quando ele está em sua companhia, mas mesmo quando ele está em seus pensamentos! E feliz também é aquele que pode assim reverenciar um homem como para acalmar-se e orientar-se, chamando-lhe à mente! Aquele que pode reverenciar a outro, logo se tornará digno de reverência.
  10. Escolha, portanto, um Catão; ou, se Catão lhe parece um modelo muito severo, escolha um Lélio, um espírito mais suave. Escolha um mestre cuja vida, discurso e expressão o tenha satisfeito; imagine-o sempre para si mesmo como seu protetor ou seu exemplo. Pois precisamos ter alguém segundo o qual podemos ajustar nossas características; você nunca pode endireitar o que é torto a menos que você use uma régua.

Mantenha-se Forte. Mantenha-se Bem.

[1] Lúcio Cornélio Sula, foi um político da gente Cornélia da República Romana eleito cônsul por duas vezes. Foi também eleito ditador em 82 a.C., o primeiro desde o final do século III a.C..

327 respostas para “Carta 11. Sobre o rubor da modéstia”

  1. Hello there. I discovered your blog via Google whilst searching for a related subject, your site got here up. It seems to be good. I’ve bookmarked it in my google bookmarks to visit then.

  2. Hiya, I’m really glad I have found this information. Nowadays bloggers publish only about gossip and internet stuff and this is actually irritating. A good website with interesting content, that is what I need. Thank you for making this web site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  3. Hiya, I’m really glad I have found this info. Nowadays bloggers publish only about gossip and web stuff and this is really annoying. A good web site with interesting content, that is what I need. Thanks for making this site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  4. Hiya, I’m really glad I have found this info. Nowadays bloggers publish just about gossip and web stuff and this is really irritating. A good site with interesting content, that’s what I need. Thanks for making this web site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  5. Hiya, I am really glad I’ve found this information. Nowadays bloggers publish just about gossip and internet stuff and this is really frustrating. A good blog with exciting content, this is what I need. Thank you for making this site, and I will be visiting again. Do you do newsletters by email?

  6. Hiya, I am really glad I’ve found this info. Nowadays bloggers publish only about gossip and internet stuff and this is actually irritating. A good blog with exciting content, this is what I need. Thanks for making this web-site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  7. Hi there. I discovered your website via Google whilst searching for a related matter, your website came up. It appears to be great. I’ve bookmarked it in my google bookmarks to come back then.

  8. Hi there. I found your site by the use of Google while searching for a comparable subject, your site got here up. It appears to be great. I’ve bookmarked it in my google bookmarks to come back then.

  9. Hiya, I am really glad I’ve found this information. Today bloggers publish only about gossip and internet stuff and this is actually frustrating. A good website with exciting content, this is what I need. Thank you for making this website, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  10. Hiya, I’m really glad I have found this information. Today bloggers publish only about gossip and web stuff and this is really frustrating. A good website with exciting content, that is what I need. Thank you for making this web-site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  11. Hey there. I discovered your website by way of Google at the same time as looking for a comparable matter, your web site came up. It appears to be good. I’ve bookmarked it in my google bookmarks to come back then.

  12. Hiya, I’m really glad I have found this information. Today bloggers publish only about gossip and web stuff and this is actually frustrating. A good site with exciting content, that’s what I need. Thanks for making this web site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  13. Hiya, I’m really glad I’ve found this information. Nowadays bloggers publish just about gossip and net stuff and this is actually irritating. A good blog with exciting content, this is what I need. Thank you for making this site, and I will be visiting again. Do you do newsletters by email?

  14. Hiya, I am really glad I have found this info. Nowadays bloggers publish just about gossip and net stuff and this is really irritating. A good web site with interesting content, this is what I need. Thanks for making this web site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  15. Hiya, I am really glad I have found this information. Today bloggers publish just about gossip and web stuff and this is actually annoying. A good blog with exciting content, that’s what I need. Thank you for making this web site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

  16. Hiya, I’m really glad I have found this info. Nowadays bloggers publish just about gossip and net stuff and this is really frustrating. A good site with exciting content, this is what I need. Thanks for making this web-site, and I will be visiting again. Do you do newsletters by email?

  17. Hiya, I’m really glad I have found this information. Today bloggers publish only about gossip and web stuff and this is actually frustrating. A good web site with interesting content, that is what I need. Thank you for making this web-site, and I’ll be visiting again. Do you do newsletters by email?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.