Pensamento do dia #36: Os homens são perturbados não pelas coisas, mas pela opinião sobre elas.

Epiteto diz: “Os homens são perturbados não pelas coisas, mas pela opinião sobre elas” (O Encheirídion, 5.a)

O podcast do Seth Godin comentou sobre uma pessoa que estava participando de um  retiro de meditação.  Porém um participante ao lado passou a manhã toda fazendo um ruído “click, click” intermitente, arruinando a meditação. Na hora do intervalo, furiosa, foi reclamar quando então percebeu que o ruído vinha de um aquecedor.  Imediatamente ao perceber o que o barulho era causado por um objeto inanimado toda raiva e fúria se esvaiu, afinal quem ficaria irado com um equipamento ou com a chuva ?

A raiva e perturbação está em nós!  Trate toda perturbação como um equipamento defeituoso.  Não saberemos qual o real objetivo de alguém que nos importuna, tratemos como se fosse a chuva ou o aquecedor.

(Imagem busto “Alma danada”, por Gian Lorenzo BerniniPalazzo di Spagna, Roma)

Pensamento do Dia #30: Sobre a Ira

“Mas suponha que haja uma luta irada de ambos os lados, mesmo assim, é o melhor homem aquele que primeiro cede; o vencedor é o verdadeiro perdedor. Ele bateu em você; bem, então, você recua: se você o atacar, você lhe dará oportunidade e desculpa para atacá-lo novamente: você não será capaz de se retirar da luta quando quiser.” (Sobre a Ira II.34)

Nunca ceda à raiva,  a sua ou a de outra pessoa

(Imagem: Romulus e Remus, os irmãos brigões. Certosa de Pavia, Itália)

Pensamento do Dia #22: Como responder a críticas injustas II

Devemos manter o silêncio diante de um insulto?

Depende da situação. Mas a única coisa que não devemos fazer é levar o insulto pessoalmente. Em vez disso, devemos rejeitar o discurso de ódio, da mesma forma que devemos ignorar os latidos de um cão raivoso.

Devemos ter em mente que o cão, não sendo totalmente racional, não pode se controlar. Sêneca acrescentaria que, se nos deixarmos irritar com um cachorro latindo, nós só podemos culpar a nós mesmos.